Lamechices II

by praerigidus

Vaguear assim por ti por tanto te querer, incontrolável é este meu ser sem cansaço que o demova de te percorrer, desejoso de te poder ter e sobretudo amar cobres-me de tantas grandes e pequenas sensações, sem de ti nunca conseguir saber o que esperar. E assim fico e assim estou, sem sequer entender o meu próprio pensar, nem contra ele poder lutar, o que mais posso fazer que cá continuar e aguardar pelo que o nosso tempo nos queira mostrar.

Advertisements