XXX

Aberei-me de ti e logo por adentro de mim entraste, a tua imponência verga qualquer esqueleto deixando difícil suportar qualquer outra consciência, o subtil toque da brisa que transportas é remédio para a alma mais cabisbaixa. Por mais pesada que sejas transformaste e elevas qualquer ser ao púlpito da sua própria existência, deparando-se então com a mais bela e reconfortante tela pintada por tantos outros que contigo foram devolvidos à paz de se ser inteiro.