Intermitências

Leva-me, para onde for, de fora de mim para dentro de ti, inteiro ou quebrado de tudo servirá para colmatar a falha que existe entre ante e após, nós, sós, conclusão de solidão de querer um pouco mais e infelizmente tropeçar em teu vão, assim quebrado até que o vento assole o chão onde em ti  fiquei e me recomponha no estático movimento que me torna em mim próprio.

Advertisements