praerigidus

As to be, one cannot entirely be without letting be what one is.

Month: January, 2014

VIII

Tanto tempo passado à espera que o mesmo tempo passe, que no passado fica e o presente passa, passa, sem dar pela tua passagem.
Se espero por ti, tempo passa, por mim esperas, tempo passou. Somos assim passado enquanto o presente se eclipsou.

Advertisements

VII

De súbito, inesperadamente, a alegria enche-lhe o corpo, possuindo célula a célula. O motivo, esse, contínua a esquivar-se como uma raposa matreira se esquiva no bosque.

VI

To live is to exist, to exist is to suffer, to suffer is to live.

V

Enfado, por mais que queira
Querer chega pouco
Ter te de maneira inteira
Acabar com este sufoco.

IV

Esse teu olhar mavioso, enche-me de mil e uma sensações.